Piscina na varanda? Pode isso, Arnaldo?

08.11.2017

Há pouco tempo, circulou uma foto na rede que mostra a criatividade de uma família - acredito que o menino não tenha executado isso sozinho - para vencer o forte verão no hemisfério norte, transformando uma sacada numa piscina!

 

 

Sites espanhóis publicaram a foto, mas não se sabe onde ela foi registrada. Montagem ou não, a foto vale um post!

 

Refrescante, engraçado, inusitado, até divertido! Mas, neste caso, sobrou criatividade e faltou segurança estrutural.

 

Um edifício é projetado seguindo rígidos conceitos contidos em normas. Uma delas, a norma brasileira NBR 6120 – Cargas para o cálculo de estruturas de edificações, estipula, entre outros parâmetros, as sobrecargas que devem ser consideradas nos cálculos das estruturas. Sobrecarga, também conhecida como carga acidental (nome estranho mesmo!), representa a carga que será acrescentada naquela estrutura quando em uso e varia conforme a utilização pretendida para ela.

 

Por exemplo, para plateia de cinemas com assentos fixos a sobrecarga é de 300 kg/m² (quilos por metro quadrado), para sala de depósito de livros em bibliotecas, 400 kg/m² e assim vai. No caso de apartamentos residenciais, o valor estipulado para sobrecarga é de 150 a 200 kg/m². É como se pudéssemos colocar 150 quilos em cada metro quadrado da nossa casa e tudo ok!

 

Com base nesta informação (e muitas outras) são feitos cálculos de projeto, de forma que a estrutura pronta irá suportar seu próprio peso, mais todos os revestimentos, alvenarias, instalações permanentes, carga de vento... e a sobrecarga.

 

Os criadores da piscina esqueceram que a água pesa... Um metro de água em um metro quadrado (1m³ de água) pesa 1000 quilos. Uma tonelada. Isso mesmo! Então, no lugar dos 150/200 kg/m², se você tiver uma piscina de um metro de profundidade na sua varanda refrescante, terá 1000 kg/m², ou seja, 5 ou 6 vezes a sobrecarga para a qual foi projetada! Aí, não... não pode, não!

 

A situação da foto é proibida. Sério! Se você tem o memorial descritivo do seu apartamento, pode procurar lá que vai encontrar os limites de sobrecarga e os avisos. E ainda cabe sanção por parte do condomínio.

 

A sorte é que não houve nenhum acidente, pelo menos não foi veiculada nenhuma informação a respeito. Mas poderia sim ter acontecido uma tragédia, como a ruptura da laje da sacada, caindo sobre a do andar abaixo, que também iria cair sobre a debaixo, gerando um efeito dominó. Poderia ainda ter rompido o guarda-corpo, ou peitoril, pois também não foi projetado para esta finalidade.

 

Então, no verão refresque-se na piscina do prédio, do clube, vá à praia, vale banho de esguicho, mas nada de invenções perigosas!

 

Ah, existe um ensaio chamado prova de carga estática, onde simulamos sobrecargas com uso de piscinas e monitoramos o comportamento da estrutura, mas isso é assunto para outro post.


;)

 

 

Share on Facebook
Please reload

Categorias
Please reload

Tags
Faça o download do post

Último post disponível para download.

Solicite os anteriores através do e-mail contato@planuseng.com.br

This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now